Um viva para o Turismo em Timor-Leste!

Passo a transcrever as sugestões de Pauline Askin, da REUTERS, em Díli. Ei-las! : )

Sinta um dia no Timor Leste, com praias, restaurantes e roupas típicas
Dili é a capital do Timor Leste, um dos mais novos países do mundo. Lentamente está começando a atrair turistas, quase nove anos depois de conseguir sua independência.

Embora de modo um pouco rústico, a cidade tem muito a oferecer. Há vários hotéis, mas o turismo ainda é novo, e os padrões podem ser baixos, o que significa que experiências diferentes são a norma.

Veja abaixo trechos do relato de uma estadia curta da repórter.

Sinta um dia no Timor Leste, com praias, restaurantes e roupas típicas 1.jpg 
Paisagem de Dili e ilha Atauro, no Timor Leste / Nick Hobgood/Wikimedia Commons

SEXTA-FEIRA

18h: Para aproveitar bem esta cidade costeira, passeie ao longo da praia para ver o pôr do Sol sobre o Porto de Dili.

O Bar e Restaurante do Náufrago na avenida Portugal Motadel é um dos muitos bons lugares para beber na região. Aqui você pode sentir a brisa enquanto a noite cai na cidade.

19h: Para um jantar timorense autêntico, experimente o Sari Pali, na Estrada de Balide, ensopado servido com flores de mamão ou macarrão.

Para os menos aventureiros, há sempre o Hotel Timor. Seu restaurante oferece boas opções de Timor Leste, com forte influência portuguesa.

SÁBADO

9h30: Para obter uma real apreciação do povo timorense e ter uma ideia do que passou o país nos últimos 30 anos, visite a Comissão para Recepção, Verdade e Conciliação, na rua Balide. A antiga prisão agora serve como um monumento aos esforços e dificuldades enfrentados pelo povo timorense durante a ocupação feita pela Indonésia –pouco depois de cessar a de Portugal, em 1975.

12h: Dili fica junto ao Estreito de Wetar, que separa as ilhas de Timor e Wetar, além das nações de Timor Leste e Indonésia. Nos finais de semana, famílias fazem piqueniques ao longo das praias, aproveitando a bela vista. Homens e garotos frequentemente jogam futebol descalços.

14h: O Café da Praia, na estrada da Embaixada, oferece um bom descanso após o sol da tarde e a chance de experimentar autêntica comida birmanesa.

16h: Algumas horas no Mercado de Tais dá a oportunidade de conhecer cerca de 30 barracas vendendo o tradicional vestuário (espécie de pano colorido) tecido à mão do Timor Leste, usado há gerações pelos locais, junto com simples joalheria vermelha e chapéus.

19h: O Bar e Restaurante Caz fica em frente à praia de Areia Branca, o que faz dele um bom lugar para apreciar outro pôr do sol e conhecer nativos e expatriados. A atmosfera relaxante do lugar, conforme a noite avança, dá lugar para uma espécie de danceteria, com música e dança na areia.

DOMINGO

9h: Seja você religioso ou não, participar de uma missa católica em Dili e ouvir seu coro pode ser uma boa experiência. A igreja Motael, construída pelos portugueses, fica na região do Porto de Dili. O Timor Leste é 90% católico, e o domingo fica bem silencioso. Vale então conhecer um pouco de sua prática religiosa para experimentar a fé local.

Sinta um dia no Timor Leste, com praias, restaurantes e roupas típicas 2.jpg

Homens vestindo o tradicional tecido colorido “tai” fazem cerimônia de boas vindas na ilha Atauro, no Timor Leste / Eugene Hoshiko/AP

PAULINE ASKIN DA REUTERS, EM DILI, TIMOR LESTE| [Agência de Notícias]

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: