1º Triatlo – Sprint em Timor Leste

terça-feira, 23 de Março de 2010

O 1º Triatlo-Sprint da Guarda Nacional Republicana, em Díli, Timor Leste, teve lugar no dia 20 de Março. A organização que uniu, durante parte do dia, participantes e curiosos timorenses, portugueses e internacionais, pertencentes às Nações Unidas e Organizações Não Governamentais, começou muito antes, há cerca de um mês.

Atletas e entusiastas monopolizaram diariamente a praia da Areia Branca procurando a melhor forma física e a estratégia certa para garantir um lugar no pódio ou, simplesmente, ter a alegria de chegar ao fim. A prova contou com 41 participantes e dezenas de apoiantes nas ruas.

As pessoas começaram-se a juntar na praia da Areia Branca a partir das 07:30 horas, o dia prometia ser quente e o clima de ansiedade foi-se acumulando até às 09:00, hora do inicio da prova. Entre as várias línguas que se ouviam falar, tétum, português, inglês, brasileiro e malaio, entre outras, percebia-se que o convívio ia ser animado mas que ninguém gostaria de ficar nos últimos lugares.

O dia estava perfeito, céu limpo, calor suportável e mar espelho de água. A baixa-mar proporcionou maior segurança aos 750 metros de natação, a cumprir na baía da Areia Branca, onde duas embarcações do 8º Contingente do Subagrupamento Bravo da GNR e uma da Polícia Nacional de Timor Leste (PNTL), se preparavam para prestar o apoio necessário. Em terra, batedores da PNTL, equipas de assistência médica da GNR-INEM e elementos de segurança e controlo da prova, dividiam o itinerário que ligava o Cristo Rei à zona conhecida por “Baía dos Porcos”, em Bidau Santana, controlando e condicionando o tráfego de forma a garantir a segurança dos participantes que, após saírem da água, teriam de cumprir 20 quilometros dolorosos de bicicleta e cinco quilometros de corrida até, finalmente, cruzarem a meta final.

Depois da organização da prova ter chamado todos os atletas para a linha de partida, o secretário de Estado para a Juventude e Desporto fez as honras da casa, dando às 09:00 horas o disparo de partida para o início da prova que todos sabiam, seria longa e difícil. Junto à partida várias entidades locais e das Nações Unidas, onde se destaca a presença do Comandante da Polícia das Nações Unidas, super intendente chefe Luís Carrilho, entre outros, acompanharam os primeiros momentos de emoção, naquele turbilhão de 41 atletas a correr para dentro de água para ganhar posição na primeira etapa da prova.

Com o aproximar do final da prova o entusiasmo da assistência atingiu o auge, confirmando-se a vitória do guarda Jorge César, seguido pelo professor Simão Fernandes e pelo tenente João Rodrigues.

A alegria dos vencedores e de todos os atletas mostrou que por si só a organização da prova tinha valido a pena. Mais do que a competição, conseguiu-se um grande convívio entre a comunidade nacional e internacional em Timor, fazendo acreditar que o evento desportivo foi um sucesso e que merece ser repetido, contribuindo decisivamente para que a Guarda Nacional Republicana se continue a afirmar em Timor Leste como uma força policial de referência para todos os nacionais e internacionais.


(DAQUI)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: