Presidente da República faz Visita Oficial ao Distrito de Ermera

O Presidente da República fez na terça-feira uma visita oficial ao subdistrito de Gleno, distrito de Ermera, com o objectivo de analisar as condições do Centro de Formação Juvenil (CTJ) e da Academia de Café de Timor-Leste (East Timor Coffee Academy – ETICA).

O Dr. Ramos-Horta foi confrontado com o pedido de “apadrinhamento” do Centro de Formação Juvenil, actualmente financiado pela agência internacional Norwegian Refugees Council (NRC), que termina a sua missão em Outubro.

Na Academia de Café de Timor-Leste, o Prémio Nobel da Paz disse aos estudantes e docentes que o Estado deveria dirigir a atenção para a instituição, cujo contributo é importante, no plano científico, para o desenvolvimento de produtos à base de café em Timor-Leste.

O Chefe de Estado aproveitou a ocasião para felicitar os responsáveis pela iniciativa de fundar a academia. Referiu que o café é um produto extremamente importante para o País. Além do petróleo e do gás natural, o café tem vindo a fortalecer financeiramente a economia nacional, oferecendo inúmeras oportunidades de emprego, salientou.

“Felicito os responsáveis que, em 2003, sonharam com a concretização desta academia. Todos sabemos que o café é o principal recurso natural de Timor-Leste, muito antes do petróleo ou do gás natural. Além disso, representa uma significativa fonte de emprego para as nossas comunidades,” afirmou o Chefe de Estado.

A Academia de Café de Timor foi fundada em 2003 e acreditada em 2009 pelo Governo. Actualmente, esta escola conta com 500 alunos, aos quais é conferido o grau de bacharelato após três anos de estudos.

Depois do encontro com os estudantes e docentes da academia, o Presidente da República prosseguiu a visita aos viveiros de café. Trata-se de um centro desenvolvido pelos estudantes da academia que, frequentemente, distribuem pequenos cafeeiros pelos representantes das comunidades, para que os possam plantar nas suas terras de cultivo.

O dia terminou com a visita a duas famílias desfavorecidas do suco de Fatukero, subdistrito de Gleno, no quadro da iniciativa Presidencial de combate à pobreza e da construção de habitações económicas para os mais desfavorecidos.

Anúncios

2 comentários

  1. Há um projeto no estado do Rio Grande do Norte onde se desenvolveu uma habitação cujos tijolos foram substituidos por garrafas PET, reduzindo o custo da moradia para oito mil reais.

    Alfredo
    Br

    Gostar

  2. Há um projeto desenvolvido no estado brasileiro…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: