Sociedade das Nações | Agio Pereira analisa os principais desafios de Timor-Leste depois da independência

“Entrámos na era da independência com um défice de líderes enorme”, diz o Secretário de Estado do Conselho de Ministros de Timor-Leste, enquanto justifica as dificuldades sentidas por Díli nos primeiros anos de independência. “A visão comum de independência começou a dissipar-se para dar lugar à democracia liberal e o povo timorense ainda está a aprender o que é a democracia e onde estão as referências de liderança”, explica Ágio Pereira.

Sociedade das Nações
Sábado, 21h30 SIC Notícias

_____________________________________________________________

Agio Pereira analisa os principais desafios de Timor-Leste depois da independência.

O convidado do Sociedade das Nações considera que o processo e os primeiros anos de independência têm sido difíceis, mas não acredita que o nascimento do Estado timorense tenha sido prematuro. “Estávamos mentalmente preparados para assumir as responsabilidades, não obstante os desafios”, lembra o secretário de estado timorense. “Sempre acreditámos na independência e sempre houve a convicção que a justiça prevalece sobre a tirania”, afirma Ágio Pereira.

“O novo Estado timorense precisa de jovens com ideias e com capacidade de as concretizar para benefício do nosso povo e do próprio Estado”, sublinha o convidado do Sociedade das Nações. Ágio Pereira destaca o papel de Portugal na cooperação para formação de quadros técnicos. As relações entre Díli e Lisboa têm representado, nas palavras do secretário de estado, “a consolidação de uma amizade muito especial, na área dos recursos humanos, da educação e do planeamento do Estado”.

Ágio Pereira garante ainda que o fundo de petróleo nacional é controlado com “total transparência” e que o uso dos fundos pelo Estado está limitado pelo Parlamento. O pacto estabelecido com a Austrália sobre o petróleo poderia, na opinião de Ágio Pereira, ter sido mais vantajoso para Timor-Leste, contudo lembra que, em 2002 e atendendo às circunstâncias da época, “foi uma boa solução para Díli”.

Anúncios

2 comentários

  1. Isso é que foi rapidez, Margarida! 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: