A criação de empregos como prioridade do governo de Xanana Gusmão em 2010

A criação de emprego e a formação profissional é uma missão central do Governo.

“Desde Agosto de 2007, a Secretaria de Estado da Formação Profissional e Emprego, tem vindo a promover e a implementar iniciativas de formação e programas de criação de emprego que têm tido resultados concretos para milhares de pessoas.
Só a iniciativa “Projecto de Trabalho Intensivo” sozinha, possibilitou a criação de postos de trabalho para 65.241 timorenses em todo o País. Este programa de criação de emprego temporário é sobretudo importante em termos de manutenção de estradas e valetas, assim como as tarefas de limpeza, nas comunidades.
Por outro lado o projecto “Programa Nacional de Geração de Renda” irá começar em breve, utilizando mão-de-obra local para a execução de obras públicas em Timor-Leste, tendo como meta a criação de emprego para 50.000 pessoas por ano, com 60 dias de trabalho, por cada trabalhador, durante 4 anos.
Assim como criar emprego, a Secretaria de Estado da Formação Profissional e Emprego está também a promover oportunidades de formação profissional para os timorenses. Isto inclui a formação de 175 timorenses no Centro Nacional de Emprego e Formação Profissional de Tíbar, nas áreas de alvenaria, electricidade, carpintaria, canalização, construção civil e agricultura.
Até à data a SEFOPE registou 91 centros de formação nos treze distritos de Timor-Leste que prestam formação em actividades várias, beneficiando já cerca de 2.469 pessoas.
A construção de cinco Centros de Formação Profissional e Emprego em Díli, Baucau, Bobonaro, Oecusse e Ermera permitiu a orientação profissional a cerca de 5.800 jovens timorenses registados, segundo o “Programa de Emprego para Jovens”. Mais de quinhentas iniciativas de Estágios Profissionais e formação prática resultaram numa taxa de retenção de 50 por cento dos jovens, os quais passaram a funcionários permanentes, após este programa.
Emprego e formação estão também a ser providenciados no estrangeiro, na Coreia do Sul, onde mais de 400 timorenses receberam já aprovação para trabalhar. Também na Indonésia mais de 100 formadores estão a receber formação em vários sectores.
Ligar os empresários àqueles que procuram emprego está agora a ser implementado através do Sistema de Informação do Mercado de Trabalho, em vários distritos, aliando cerca de 20.000 inscritos à procura de emprego a 890 empresas.
O Porta-voz Oficial Ágio Pereira afirmou “O Governo conseguiu alcançar grandes progressos nesta área crítica de criação de emprego. No entanto, continua a ser determinante travar esta batalha no futuro para garantir que mais empregos sejam criados. Combater o desemprego é uma batalha a longo-prazo e só através de um forte desenvolvimento económico, educação, formação e projectos de infra-estruturas, o Governo irá ultrapassar este complexo desafio nacional.” FIM

Para mais informações é favor contactar: Ágio Pereira +670 723 0011 E-Mail: agiopereira@cdm.gov.tl
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: