Dedicado à Margarida Gonçalves

Imagem: JPEG de um documento recebido por e-mail. É alegadamente verídico…

A propósito do analfabetismo funcional e dos exemplos que vêm de cima, apresento a cópia de um documento que penso ser esclarecedor do que pode aparecer como resultado de políticas culturais, educativas, etc, … e que carimba da pior forma um país. Note-se que Margarida Moreira é a directora Regional de Educação do Norte.
Passo a citar as palavras de quem nos enviou o documento (eu subscrevo):

“O primeiro parágrafo (os pressupostos) não faz sentido; não tem pés nem cabeça. O último não se percebe (…MUITOS DOCENTES NÃO SE ACEITAM O USO DOS ALUNOS NESTA ATITUDE INACEITÁVEL,..) que raio é que isto quer dizer??
Esta criatura, Margarida Moreira, é uma ANALFABETA FUNCIONAL, além de prepotente, e ocupa um cargo importante no Ministério da Educação!!!”

Anúncios

5 comentários

  1. Ela esta num curso intensivo de capabilitacao para vir a ser ministro numa das pastas do governo de Socrates, num futuro proximo.Ze da Labia

    Gostar

  2. Fica a condizer … digo eu … pelo menos o nome seleccionado já apresenta proximidades.Bom fim-de-semana Zé da Lábia!M.

    Gostar

  3. Temos que ser solidários e mobilizar os colegas de Paredes de Coura para apresentar queixa “por abuso de poder” da Sra DREN. Ela sabe que fez asneira pois já está a desmentir, nunca poderia interferir no plano de actividades de uma Escola. Os Colegas obedeceram. Saíram acorrentados e amordaçados, mas ainda vão a tempo.Não nos podemos deixar humilhar, é um dever cívico e de classe.http://bilroseberloques.blogspot.com/2009/02/dren-desmente-obrigacao-dos-professores.html

    Gostar

  4. Obrigadissima pela dedicatoria. 😉Independentemente do “ruido de fundo” fico satisfeita com uma coisa: a minha opiniao incomodou-a e pode ser que a ponha a si e a outros com posicoes similares de “em-defesa-das-culturas-timorenses-contra-o-horror-das-telenovelas-brasileiras-e-“pimbalhada”-semelhante” a pensar um pouco mais. E para isso que servem as discussoes…Termino com um conselho: da proxima vez que vier a Timor, misture-se com os timorenses comuns. Mas misturar e misturar mesmo, nao sao umas conversas de alpendre para depois voltar a casa e partilhar com os colegas. E misturar ate falar as suas linguas (incluindo a indonesia), os dialectos e compreender a sua maneira de pensar e estar, para alem do sorriso assertivo ‘para malae’ ver. E depois falamos como deve de ser. Talvez sem blogues pelo meio.Cumprimentos,MG

    Gostar

  5. MG,a sua opinião não me incomodou. A sua postura, não gosto dela. De resto, nada disso interessa para a discussão em causa.Quanto aos seus conselhos, guarde-os para si ou outras pessoas pois dispenso-os.Falar como deve de ser? Ó Margarida … falo como bem entender agora e habitualmente e não vai ser uma anónima que se dá por nome de Margarida, e que bem pode ser a mesma que pululava no Timor Lorosae Nação há uns tempos e que desistiu, sabe-se lá porquê. Parece que não entendeu a mensagem deste vídeo, é pena.Mais informo que não gosto que este blogue seja infestado com discursos mal amanhados e pretensiosos e muito menos que me venham mandar bocas pelo que, se conseguir, tente manter uma conversa decente sem ‘bocas’ ou pseudo-insultos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: