Para combater a Pobreza e as Necessidades Especiais

www.making-prsp-inclusive.org

“Poor people are disproportionately disabled, and people with disabilities are disproportionately poor.” Robert Holzmann, Former Director of the World Bank’s Social Protection Department.

This section on Poverty Reduction will raise awareness about the multidimensional linkages between poverty (social, economic, and political) and disability to draw out effective strategies to reduce poverty for people with disabilities and their families in both developing and industrialized countries.” (Inclusion International: Poverty Reduction)

www.making-prsp-inclusive.org

“Este website faz propostas e dá sugestões sobre como incluir pessoas com deficiência nas estratégias nacionais de redução da pobreza (PRS).

O capítulo 1 “PRS para principiantes” dá um apanhado geral do processo PRS, com uma definição resumida do que é, do seu uso e das suas partes interessadas, bem como das abordagens de PRS e deficiência.

O capítulo 2 “Como iniciar um processo de PRS e deficiência” propõe vários passos para começar um processo com o objetivo de incluir problemas relativos à deficiência nos PRS nacionais.
O capítulo 3 “Pontos de entrada da sociedade civil no processo PRS” explica as três principais fases de um PRS (formulação, implementação e monitoramento e avaliação), e indica possíveis pontos de entrada para a participação da sociedade civil.

O capítulo 4 – “Estudos de Caso” – dá um resumo das experiências de quatro países (Honduras, Bangladesh, Serra Leoa, Tanzânia, Camboja e Vietname), mostrando como as organizações de deficientes e para pessoas deficientes se engajaram nos seus processos nacionais de PRS.

O capítulo 5 – “PRS e as partes interessadas”
apresenta elementos importantes da abordagem PRS, da sua estrutura, desenvolvimento e conteúdo. Dá também uma visão geral dos grupos interessados, das suas estruturas organizacionais internas, dos seus vínculos mútuos e das relações entre eles. Este capítulo apresenta diferentes opiniões sobre a abordagem PRS e os seus vínculos com a questão da deficiência.

O capítulo 6 – “Deficiência” – apresenta, primeiramente, os diferentes modelos, abordagens e definições de incapacidade, deficiência, desvantagem, etc. Depois, identifica os setores-chave que, dentro do conceito de PRSP, são os mais relevantes para a deficiência: saúde, reabilitação, proteção social, educação, emprego e acessibilidade. Ao mesmo tempo, este capítulo visa estimular a integração da deficiência em todos os setores do PRSP. Nele, são dadas informações de fundo que servem de base para analisar a relação entre o PRSP e a questão da deficiência em cada país.

O capítulo 7 – “Gestão de Projetos e Processos”
– traz informações gerais sobre negociações e gestão de projetos e processos, visando a facilitar o desenvolvimento e a implementação de uma estratégia nacional unificada para os grupos interessados em deficiência em geral e, mais especificamente, a respeito do processo PRS. Introduz os conceitos de auto-avaliação organizacional e análise dos grupos interessados: essas ferramentas permitem avaliar os potenciais existentes das ODs e, adicionalmente, oferecem uma base para o trabalho em rede.

O capítulo 8 – “Lobby e advocacia: influir nas políticas”
– apresenta diferentes formas de influir nas políticas, tais como militância, atividades de lobby e campanhas. Nele, propõem-se várias técnicas de comunicação e maneiras de contatar e persuadir representantes-chave no processo nacional de PRS.

O capítulo 9 “Ferramentas para oficinas” contém possíveis agendas para oficinas e propõe ferramentas para facilitar os debates e o processo de planejamento. Oferece, ainda, mais informações sobre questões específicas.”

www.making-prsp-inclusive.org

O presente conteúdo/website contém a versão revista do manual que foi originalmente parte integrante do projecto “Documento de Estratégia para Redução da Pobreza e Deficiência”, iniciado por Judy Heumann, Disability Advisor of the World Bank, com o apoio de um fundo alemão (via GTZ/BMZ). Em 2005, este projecto foi implementado pela Christoffel-Blindenmission (CBM) e Handicap International em cooperação com outras organizações germânicas e tanzanianas ligadas a pessoas com deficiência e ainda com outros organismos ligados à área da deficiência. O projecto era constituído por duas partes: a produção de materiais sobre os Documentos de Estratégia para a Redução da Pobreza (PRSPs) e deficiência (a cargo da Handicap International) e, por outro lado, a implementação de um workshop sobre PRSP na Tanzânia (através da CBM).

www.making-prsp-inclusive.org

Mapa do Site

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: