ANIVERSÁRIO DA DECLARAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA

Mensagem de Sª. Exa. O Presidente da República, Dr. José Ramos-Horta

“Celebramos de novo o aniversário da declaração de Independência. Quero aproveitar a data para saudar todos os timorenses – do norte e do sul, do leste e do oeste, de Ataúro à costa sul, da ponta leste a Oe-cusse.

Quero transmitir a todos a minha alegria, porque celebramos o 28 de Novembro num ambiente de liberdade e de tranquilidade. Desejo que o dia seja de festa, num ambiente de união e irmandade entre todos os timorenses.

Nesta data, curvo-me perante os heróis do nosso povo que deram o melhor do seu esforço, que deram o melhor das suas vidas, pela libertação do nosso país.

Presto a minha homenagem aos heróis que sacrificaram a vida para manterem viva a resistência e aos heróis que sacrificaram a sua liberdade, para conquistar, finalmente, a libertação do país.

O aniversário da declaração da independência é uma boa oportunidade para reflectir sobre o significado da nossa independência. A independência é um instrumento para podermos construir o futuro com as nossas próprias mãos. Construir um futuro melhor é o principal dever da nossa Nação.

Este ano, o povo de Timor-Leste deu uma grande lição de democracia ao mundo. Os timorenses votaram, em várias eleições, num ambiente de tranquilidade, de paz e de respeito, que só alguns – poucos –, quebraram.

A paz e a tranquilidade em que as eleições se realizaram, o ambiente de liberdade em que os timorenses votaram, dão-me uma grande confiança na aceitação mútua entre timorenses.

O povo mostrou que quer construir as condições para um futuro de desenvolvimento e de paz. Agora, temos de consolidar a paz. Os órgãos de soberania têm de colaborar todos para consolidar a paz – o Governo, o Parlamento Nacional, o Presidente da República.

Temos de trabalhar em conjunto, temos de unir os nossos esforços, de unir a nossa acção para fortalecer a paz e construir um ambiente bom para o desenvolvimento do país.

Como Presidente da República tudo farei para os órgãos de soberania trabalharem bem em conjunto e consolidar a paz em Timor-Leste.

A paz e o desenvolvimento são indispensáveis para construirmos um país melhor e para ajudar a vida do nosso povo.

Desenvolver o país quer dizer ajudar o povo nas aldeias, nos sucos, em toda a parte, a melhorar pouco a pouco as suas condições de vida.

Desenvolver quer dizer ajudar a realizar pequenos projectos: ajudar a trazer água limpa às aldeias, ajudar a melhorar os caminhos, ajudar ao transporte das crianças para a escola longe, ajudar a ter escolas mais limpas. São projectos pequenos que podem dar uma ajuda grande à população.

Desenvolver quer dizer ajudar as famílias de Timor a melhorarem, pouco a pouco, as suas condições de vida. Mas desenvolver é também investir na construção de infra-estruturas de que o país precisa, como estradas e pontes, boa produção de electricidade, sistemas de rega para ajudar os agricultores, equipamento de apoio para ajudar os pescadores – enfim, vários projectos em que o Governo tem de investir para modernizar o país.

Temos também de saber trazer para o país mais empresários e mais investimento, para criar mais empregos para os jovens, para ajudar a nova geração a melhorar, pouco a pouco, as suas condições de vida.

Para atrair empresários, para criar mais empregos, tem de haver um ambiente de confiança e de tranquilidade.

Temos de aprender a usar a nossa independência para criar boas condições para a economia, porque só o desenvolvimento económico pode ajudar a reduzir a pobreza.
O desenvolvimento não se faz num dia. O combate à pobreza é um trabalho que demora anos. Mas temos de começar esse trabalho já. Só o desenvolvimento e o combate à pobreza darão verdadeiro sentido à nossa independência e à nossa democracia.

Nesta fase da vida do nosso país, o desenvolvimento económico e o combate à pobreza devem ser a principal preocupação dos líderes.

Temos o dever sagrado de semear para podermos colher os frutos da independência. Ajudar a criar tranquilidade para o desenvolvimento é um dever que todos temos perante o nosso povo. É um dever que tem de ser a primeira preocupação de todos.

A criação de uma boa atmosfera para o desenvolvimento e a urgência do combate à pobreza são as prioridades de toda a minha acção como Presidente da República.

Considero muito importante o papel de todos os partidos, quer do governo, quer da oposição. Como Presidente da República tudo farei para ajudar à aproximação entre os timorenses de todos os partidos e também dos timorenses sem partido.

Os timorenses devem trabalhar juntos para os objectivos importantes: para o desenvolvimento, para a criação de empregos e para o combate à pobreza.

Temos de utilizar a grande vitória que foi a conquista da nossa independência, para começar a resolver os problemas do nosso país e reduzir as dificuldades do nosso povo.

Combater a pobreza e melhorar, pouco a pouco, a vida do povo é um objectivo digno e nobre. Nenhum timorense deve usar a liberdade e a independência para prejudicar este objectivo principal.

É muito importante honrar o sacrifício dos nossos heróis, aprender rapidamente a usar os frutos da independência ao serviço dos interesses do povo. Em primeiro lugar, ao serviço dos interesses do povo mais pobre, que tanto se sacrificou também durante a ocupação. A melhor maneira de honrar o sacrifício dos nossos heróis, a melhor maneira de usar os frutos da nossa independência, é trabalharmos, todos em conjunto. Trabalharmos para criar confiança, para construir tranquilidade, para desenvolver a economia, para criar mais empregos e para ajudar a reduzir as dificuldades do povo.

Vamos todos trabalhar para semear e colher os frutos da nossa independência. Vamos todos trabalhar para ter um país melhor”.

28 de Novembro de 2007

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: